10 coisas quase impossíveis de se fazer sem a internet.

10 coisas quase impossíveis de se fazer sem a internet.

Já imaginou como seria difícil se virar nos dias de hoje sem internet? Depois dos inúmeros ataques cibernéticos causados atualmente, paira a dúvida e o medo que a internet simplesmente pare e com ela parte funcional do nosso cotidiano.

 

A evolução tecnológica tornou nossas vidas mais confortáveis e realizar certas tarefas ficou bem mais fácil. Hoje é quase impossível vivermos sem algumas praticidades da vida moderna.

Imagina então se a maior das tecnologias, a internet, simplesmente parasse? Um caos não é mesmo! Esperamos que isso realmente não aconteça, mas deixamos você ciente do que aconteceria caso haja uma pane na rede.

 

  • Fazer pesquisa sem o Google

Para as gerações que nasceram antes da popularização da internet, pesquisar – Fosse para o trabalho, estudos ou cotidiano – era uma tarefa árdua. Ter que recorrer as Barsas, revistas e jornais era algo que consumia muito tempo.

Ficarmos sem o grande oráculo Google, que tudo sabe e responde, seria um dispêndio de recursos financeiros, para se ter acessos as melhores materiais, limitando e restringindo o acesso a informação.

  • Ficar atualizado em tempo real.

A internet possibilitou a difusão global de informações. Seja a última fofoca dos famosos ou a cotação do dólar, a verdade é que hoje sentimos a necessidade de consumir mais informações e de manter-nos atualizado.

Sem a internet seria quase impossível saber, em tempo real, sobre as novidades do mercado, política, moda, ciências e tecnologias que acontece no país a fora. Seria um passo para trás rumo a nossa evolução.

  • Trocar e-mail.

Voltar a recorrer ao aposentado fax ou ainda necessitar mais do falho sistema dos correios para trocar correspondência seria mais uma dificuldade nos dias de hoje.

Ficar sem esse recurso atrasaria ainda mais nosso mercado, pois além da função de correio eletrônico para troca de mensagens entre usuários, os e-mails também são eficazes ferramentas de marketing.

  • Conversar com amigos, familiares e clientes.

Sem a internet e as queridas redes sociais comunicar com clientes, amigos e familiares não seria algo impossível, mas certamente pesaria no bolso. Sem falar nos formato de conteúdo – Fotos, vídeos, gifs, pdfs, etc- que não podem ser compartilhados via chamada de telefone.

Sem a rede e os aplicativos de mensagens a comunicação seria cada vez mais restrita e o celular perderia boa parte de suas funcionalidades.

  • Descobrir novos produtos e serviços.

Sem a internet não teríamos o poder de buscar e descobrir novos produtos que atendam nossas necessidades e limitações.

A ditadura da televisão continuaria sendo invasiva e seletiva nas marcas que nos impactam.

Olhando na perspectiva de quem vende, a ausência da internet impossibilitaria pequenas e médias empresas de divulgarem suas marcas, o que acontecia até pouco tempo.

Os hábitos mudaram, agora as pessoas pesquisam antes de consumir – produtos, informações ou serviços – e a internet é um meio pela qual elas buscam suas referências.

  • Assistir filmes e seriados.

Imagina ter que assistir seus filmes e seriados favoritos sem a internet? Esperar a tevê por assinatura disponibilizar na sua programação ou mesmo ter que ir na locadora e alugar um filme com prazo de entrega, e como acontecia em um passado não tão distante, pagar horrores de multa por atraso.

Uma estimativa mostra que até 2020 o consumo online de vídeo poderá ultrapassar a Tevê tradicional. Mais pessoas estão deixando de lado suas assinaturas a cabo e partindo para o serviços de streaming na internet.

  • Ouvir música.

Sem a internet nossa trilha sonora certamente seria bem repetitiva e atrasada. Não ter acesso aos aplicativos que tanto facilitam nossas escolhas de músicas, uma para cada momento, e não poder baixar o song do momento seria no mínimo frustrante.

Só de imaginar ter que recorrer ao velho CD para copiar as músicas e colocar no pendrive é desmotivador.

  • Ir ao banco.

Talvez você não saiba, mas 76% dos brasileiros utilizam o internet banking.

Ter que ir a uma agência bancária toda vez que necessitar realizar transações simples, como: consulta de saldo, pagamento de contas ou transferências, seria um grande desgaste.

Ficar sem internet nos dias de hoje ocasionaria uma inundação nas agências bancárias o que comprometeria ainda mais o já falho atendimento ao cliente.

Sinceramente, é melhor nem pensar nessa possibilidade!

  • Chamar um taxi ou Uber

Uma das comodidades que a internet nos proporcionou foi a facilidade para chamar um taxi, até melhor, um Uber.

Voltar a depender do telefone para chamar um transporte é ter que esperar por horas sem saber se ele realmente vai chegar, e acabar se atrasando para seu compromisso ou perder o voo – Quem nunca!

  • Encontrar um namorado e conhecer pessoas.

A busca pelo amor também se estende pela internet. Em uma pesquisa, feita em 2015 pela Pitzi, revelou que 48% dos brasileiros recorrem aos aplicativos de namoro para encontrar sua cara metade.

São inúmeras opções que os corações solitários podem recorrer. Existe aplicativo para encontrar só pessoas bonitas, outro para encontrar só gente inteligente, fazer ménage, um específico para evangélicos e por aí vai.

Um possível fim da internet atrapalharia a realização de encontros inusitados. Então, atire a primeira pedra quem nunca baixou um aplicativo para essa finalidade.

 

A internet estreitou os horizontes, aproximou pessoas, abriu mercados, difundiu informações e conteúdo, além de outros inúmeros benefícios. Para a nova geração Z, também conhecidos os nativos digitais, abrir mão de todas essas conveniências seria um tanto complicado.

Só nos resta torcer para que ela nunca deixe de existir.

 

Artigos recomendados:

O que é Oversharing?
Facebook lança função snooze que bloqueia chatos de plantão.
Ranking das marcas mais valiosas do mundo 2017.
E aí! Você vai continuar só postando nas mídias sociais digitais?
Novidades do Instagram stories. Descubra mais do mundo ao seu redor.